quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Mês das Crianças - FESTA DA PIPOCA







PREPARATIVOS:Arrumação da sala – As cadeiras deverão ser colocadas na sala em forma de círculo, de modo que fique um grande espaço no centro para as brincadeiras. Na parede principal, colocar um grande cartaz com os seguintes dizeres: “Festa da pipoca – Sejam bem-vindos!” O fundo do cartaz poderá ser vermelho, e as letras poderão ser recobertas com pipocas coladas, use sua criatividade.

Lanche – Antes do inicio da festa, preparar saquinhos de pipoca para o lanche (coloridas, doce, salgada...). Com as pipocas, poderá ser servido refresco. Usar copos de papel.

Material necessário – Milho de pipoca, cartolina vermelha para os convites e o cartaz de boas-vindas, pinceis atômicos, cola, tesoura, folha de cartolina branca, vários lápis, folhas de papel oficio, refresco, copos e saquinhos de papel.

Convites – Poderão ter o formato de pequenos cartões dobrados, confeccionados em cartolina vermelha (ou papel pintado). Ficarão mais atraentes se forem enfeitados com pipocas coladas.


PROGRAMA – Poderá ser observada a seguinte ordem:
1- Identificação dos Convidados
2- Cânticos
3- Brincadeiras
4- Devocional
5- Lanche
6- Encerramento


EXECUÇÃO
1- Identificação dos Convidados – Cada criança deve se colocar de pé e dizer seu nome e sua idade.
2- Cânticos – O ideal é que seja cânticos sobre a natureza. Do livro "Cânticos Para Crianças", destacam-se: O Mundo de Deus - nº 195, Deus Mandou o Sol Brilhar - nº 205, Quem Fez as Lindas Flores? - nº 206, As Árvores Balançam - nº 209. Todos eles poderão ser ilustrados em cartazes, para que as crianças possam ler a letra e cantar. 


3- Brincadeiras – Seguem algumas sugestões:
Desenhando uma pipoca – Cada criança receberá uma folha de papel oficio em branco e um lápis. Dado um sinal, todas começarão a desenhar uma pipoca. Esgotado o tempo de cinco minutos, deverão entregar o seu desenho como estiver. Uma comissão julgará os desenhos e indicará o melhor. O nome do vencedor deverá ser anunciado no final da festa. Como prêmio, o vencedor levará para casa um saquinho de pipoca salgada.
Jogando pipoca – Cinco crianças de cada vez ficarão alinhadas uma ao lado da outra, tendo uma pipoca na mão. Dado um sinal, deverão jogar a pipoca para frente. Quem conseguir jogar a pipoca mais distante será o vencedor do grupo. No final, deverá ser feita uma jogada eliminatória com os vencedores de cada grupo. Desse modo, será escolhido o vencedor da brincadeira, que será aplaudido por todos. Como prêmio, levará para casa um saquinho de pipoca doce.
Enchendo o saquinho de pipoca – Numa folha de cartolina branca, desenhar um saquinho de pipoca vazio. Com os olhos vendados, as crianças tentarão colar uma pipoca no interior do desenho. Quando chegar a vez de cada criança, a dirigente passará um pouco de cola numa pipoca e a entregará a ela. Todas as crianças que conseguirem colar a pipoca no interior do desenho serão aplaudidas. Como prêmio, levarão para casa um saquinho de pipoca colorida.
Corrida de pipoca – Formar duas filas paralelas, cada uma delas com o mesmo número de crianças. A uma distância de três metros do início de cada fila, marcar um ponto de chegada. A frente de cada fila, sobre uma cadeira, colocar as pipocas, tantas quantos forem os componentes da fila. Dado um sinal, os dois darão início à brincadeira. Cada um levará uma pipoca sobre a colher até o ponto de chegada. Em seguida, voltará e entregará a colher ao próximo da fila e passará a torcer por sua equipe. A brincadeira prossegue até que todas as pipocas tenham sido transportadas pelas duas equipes. Será vencedora a equipe que conseguir transportar todas as pipocas em menos tempo. Como prêmio, receberá o lanche primeiro.
À procura de pipocas coloridas – Com antecedência, usando pincel atômico, colorir 10 pipocas: três verdes, três amarelas, três azuis e uma vermelha. Antes do início da festa, esconder as pipocas em diversos pontos da sala. Na hora da brincadeira, formar duplas entre os participantes. Dado um sinal, as duplas sairão á procura das pipocas coloridas. Para cada cor, atribuir um valor diferente: um ponto para a verde, dois pontos para a amarela, três pontos para a azul e 10 pontos para a vermelha. Vencerá a dupla que conseguir fazer o maior número de pontos, de acordo com as pipocas encontradas. O tempo para a brincadeira poderá ser de dez minutos. Como prêmio, cada vencedor receberá um saquinho de pipoca a mais na hora do lanche.


4 – Devocional – Poderá incluir:
Acomodação – Enquanto cantam um cântico os participantes da festa deverão se assentar nas cadeiras arrumadas em circulo.
Leitura Bíblica – Gn 1.29
Meditação – A dirigente da festa poderá ler o texto que segue.
Deus criou a pipoca deliciosa – O cântico que estávamos cantando há pouco refere-se ao mundo de Deus, isto é, o mundo que Deus criou. Vocês prestaram atenção à letra? Diz que este mundo "foi criado pra ti, foi feito pra mim". E foi Deus quem fez todas as coisas para nós. E todas as coisas que Deus fez são boas. Deus criou os passarinhos, que cantam e alegram o mundo em que vivemos. Ele criou as lindas flores, que enfeitam os jardins. Criou as borboletas, que voam felizes de um lado para o outro, dando colorido à nossa vida. Criou as árvores frondosas, que dão sombra ao homem. E, dentre as coisas boas e belas que Deus criou para nós, está também a pipoca. Sim, a pipoca deliciosa, que todos nós gostamos de comer, foi criada por Deus. Ela serve de alimento e promove alegria entre as crianças. Afinal, qual é a criança que não faz uma festa quando recebe um saquinho de pipoca? É verdade! Para a alegria das crianças, Deus criou também a pipoca. Deus ama as crianças e quer fazê-las felizes sempre.
Oração – Uma criança poderá agradecer a Deus todas as coisas boas e belas que ele criou para nossa alegria e bem estar.
Lanche – Servir o lanche.
Encerramento – Anunciar e premiar o vencedor da brincadeira “Desenhando uma pipoca”. Premiar também os outros vencedores das demais brincadeiras.


Pode ser usado também o cântico "crente pipoquinha", do CD "4 Kids" da Cristina Mel


Texto e convite: do livro "Ciranda de Festas", Ed.UFMBB, pg 41-44.

Nenhum comentário:

Postar um comentário